Dissonante

Abriu enfim a caixa que o assombrava havia tanto, que repousava sobre o armário espiando-o pela fechadura da porta do quarto permanentemente fechado, porque era mais fácil mantê-lo assim do que deixar-se invadir por todo o passado que ali adormecia.

Encontrou nela diversas lembranças de quem um dia poderia ter sido, de pessoas que juraram amizade eterna até que o próprio tempo – que nem fora tanto assim – encarregou-se de levá-las cada uma para um lugar. Claro, seguiram dizendo que a distância não importava quando havia amizade sincera, e por mais sinceros que fossem ao falar dessa amizade, veio a realidade ainda mais verdadeira, e os caminhos que outrora pareciam tão inseparáveis agora já não mais apresentavam interseções possíveis. Ali estavam viagens, risos, desconfortos e reações; amores, desentendimentos, perdão. Infantilidade e rancor, maturidade e cansaço, arroubos emocionais e orgulho e comodismo e “melhor assim”. Tudo isso esmagado e imobilizado por um silêncio de anos, inexplicável, inexpugnável.

Perdeu-se por inteiro, sentado sobre o carpete indiferente, cercado por papéis e promessas, tentado a fechar-se ali dentro, naquela caixa, junto àquilo, junto àquelas impossibilidades, junto ao futuro que nunca aconteceu e das pessoas que sempre estariam juntas, mas que hoje confundem presença com fazer parte de uma rede social. Ou, às vezes, nem mesmo isso.

O sol se punha quando ele finalmente levantou, sem reconhecer a si mesmo no imenso espelho que cobria quase toda a parede. Já não era ele quem estava ali. Aquelas lembranças eram de outro alguém.

Deixou-se espalhado no chão enquanto saía. Pediria, no dia seguinte, que o recolhessem e devolvessem à caixa. Enquanto isso, deixava o quarto sentindo-se exausto como há muito não acontecia. E com o som da porta fechando novamente atrás de si, via-se devolvido à vida que jamais imaginara.

2 comentários sobre “Dissonante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s